Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

cartolinaamarga



Sábado, 13.12.14

Preciso de..

Hibernar. Ou. Desaparecer. Fim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 11.12.14

E depois ainda há aquelas pessoas..

E depois ainda há aquelas pessoas que nós ensinam exatamente a não ser como elas. Nem um bocadinho. Frase feita, não é? É pena é que seja daquelas frases feitas totalmente certa. Não percebo como é que há pessoas que tem a distinta lata de ir-voltar-desaparecer-regressar na nossa vida, como se tivessem um cartão de livre entrada que lhes permitisse vir, bagunçar um bocado (pro muito) a nossa vida e desaparecer a seguir como se nada fosse. Qual é o interesse? Qual é também a nossa inteligência de deixar que isso aconteça? É porque, como eu bem tento contrariar, os sentimentos falam mais alto que a razão. Achamos que desta vez a pessoa mudou, que está diferente, que vai ser desta que nos vai fazer feliz, quase que pensamos que a pessoa está disposta a dar a volta ao mundo por nós mas não, desenganem-se. Uma pessoa que volta uma 2ª, 3ª vez não volta para nós fazer feliz. Volta sim, porque o porquê de nos ter trocado anteriormente não se revelou o suficiente para essa pessoa e então decide voltar ao porto de abrigo, ao porto seguro que nós éramos. Porém quando descobre um brinquedo novo para brincar, lá se vai a pessoa outra vez e nós voltamos a ficar com a sensação de que o chão nos foi tirado. C'est la vie!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Domingo, 07.12.14

Há aquelas pessoas

Há pessoas que são feitas para nós. Para estar sempre lá. A ouvir-nos. A aturar-nos. A apoiar-nos nos nossos bons momentos. A apoiar-nos e a erguer-nos nos maus. Há aquelas que sempre lá estiveram. Há aquelas que vão, voltam e por lá voltam para permanecer. E não são essas menos importantes. Porque o que é verdadeiro nada nem sequer a distância estraga ou abala. Quero continuar a rir-me, a chorar, a pular e a passar a minha vida convosco. A essas pessoas só tenho que agradecer. Por tudo. Dizer-lhe que sem elas não era a mesma pessoa. Que não seria a mesma Carolina sarcástica, irónica, mal humorada, com opiniões peculiares, teimosa e amada e respeitada. Porque apesar destes defeitos todos, tenho (e considero isso uma dávida) quem me consiga aguentar visto que sei que essa não é uma tarefa fácil. Esta é a minha forma de vos agradecer. Modesta é certo, mas escrita de coração cheio. Amo-vos muito, a todos.

#raqueldias #ricardomagalhães #tatianafaria #márciamendes #luísneto #elsaribeiro #gémeas

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Posts mais comentados